Palavra do Cliente

Obrigado ClickMonografias - Monografias Prontas - Agradeço à vocês por todos os trabalhos realizados ao longo da minha formação, obtive sucesso em todos os trabalhos que realizaram para mim, desde artigos científicos, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado.

CLIENTE - Martha Shebar

CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DO ARTIGO, UMA MONOGRAFIA, UMA DISSERTAÇÃO E UMA TESE

As produções científicas passam por diferentes produções diante da apresentação exigida pela banca. São diferenças na metodologia que orientarão o aluno a formular e desenvolver o objeto da sua pesquisa.

A monografia preza pelo desenvolvimento do trabalho escrito, com a sistematização científica e a completude da pesquisa teórica realizada pelo aluno com a supervisão do orientador.

O pesquisador deve delimitar a sua pesquisa de forma a particularizá-la com base nos pressupostos científicos de acordo com a temática específica.

O tema deve ser exaustivamente desenvolvido de forma a estender-se até a limitação que a pesquisa monográfica exige no momento dessa pesquisa.

A monografia cumpre com as atividades científicas com base nas normas de método científico, com base na constituição da ciência de forma original e específica, de forma a contribuir para a ciência.

A sua característica essencial não é o tamanho e a extensão e quantidade de folhas. A importância da pesquisa é a qualidade da sua execução a forma como são expostos os referenciais teóricos, bem concatenados com os objetivos da pesquisa.

O trabalho de monografia deve ter ORIGINALIDADE, uma vez que é possível aceitar o trabalho criativo do aluno e novidade, sujeita a contínuas revisões.

A monografia é subdividida em: Introdução, desenvolvimento, explicação, discussão, demonstração e conclusão.

A dissertação é o “estudo teórico de natureza reflexiva que consiste na ordenação de idéias sobre um determinado tema.” (Salvador, 1980:35).

Na fase da dissertação, a apresentação é na fase da pós-graduação com o objetivo eletivo e legal de obter o título do mestre. Após o desenvolvimento da tese é necessário a defesa da tese.

Na teoria do estudo da dissertação, a natureza é reflexiva, requer sistematização, ordenação e interpretação de dados. É um estudo mais formal que a monografia. A monografia é apresentada na fase final de curso da graduação e a dissertação, na pós-graduação (mestrado).

A tese tem mais rigor científico do que a monografia. Pela sua estrutura de trabalho e pelo plano de projeção da dissertação assemelha-se com a tese pela tentativa em expor os objetos de resolução mais aprofundados em níveis de pós-graduação, colaborando para o avanço científico na área em que o estudo se realiza. Há dois tipos de dissertação:

- Dissertação em que o tratamento dado ao escrito específico tende à metodologia adequada e com caráter de eminência didática.

- Dissertação científica na qual o tratamento escrito é original e de assunto específico com metodologia própria ao longo da pesquisa pura e aplicada.

A dissertação é a tese de mestrado e com natureza semelhante à tese doutoral no sentido de que contribui cientificamente de forma mais aprofundada ao objeto.

Outras características da dissertação são os aspectos qualitativos, o tempo, limitações de investimento na pesquisa a ser realizada.

Já a tese é apresentada ao nível de doutoramento. Durante sua escritas o pesquisador proposiciona sobre determinado aspecto devendo ser apresentada e publicada.

Quanto a escrita original é específica e amplia conhecimentos do tema escolhido, com avanço na área científica.

O fato de proposiocionar sobre o tema é dar o arcabouço de uma opinião formulando-a no sentido material e formal com reflexões próprias do autor.

A tese doutoral tem apresentação cuidadosa, com linguagem científica esmerada e transmite, em mais alto nível, a exposição do material coletado. Não deve deixar de ter análise e interpretação de dados.

Esse tipo de trabalho científico levanta as razões com base nas evidências dos fatos com o objetivo de provar a hipótese e comprovar se são falsas ou verdadeiras de forma mais aprofundada. É apresentada com as partes preliminares, corpo da tese, parte referencial.

Os artigos científicos são uma escrita de texto monografia mais curto. Serve para publicações e de periódicos, com pequenas reflexões de caráter científico mas não chegam a constituir, de forma extensa, um livro, tal qual a tese de doutoramento.

De acordo com as suas características pressupõe-se que um pesquisador autor ao escrever um artigo valha-se de um estudo pessoal dando uma abordagem diferente da que se conhece. Ao fazer isso ele oferece novas soluções e acresce na temática do objeto de estudo, levando a conhecimento do público intelectual novas idéias e abordando aspectos que são secundários e mais específicos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

FILHO, DP & SANTOS, J. A. Apresentação de trabalhos científicos: Monografia – TCC – Teses – Dissertações. São Paulo: Futura, 2000, 140 páginas. (exemplar do professor)

SALVADOR, Ângelo Domingos. Métodos e técnicas de pesquisa na escolha da profissão: um estudo de caso. São Paulo: Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, 1980 (Tese de Mestrado).